Griffon

griffon
Griffon

Apesar de serem consideradas raças diferentes pela FCI, o Griffon de Bruxelas, o Griffon Belga e o Petit Brabançon são, na verdade, variedades diferentes do que os americanos e ingleses chamam de ” Griffon bruxellois” ou “Brussels Griffon”.

Os griffons surgiram da combinação de duas raças no século XVII: o Affenpinscher Alemão e o cão de Rua Belga. Esses cães, muito inteligentes e dispostos, eram conhecidos como “cães de estábulo” por caçarem roedores e pequenos predadores nesses locais.

A raça ganhou a afeição e o patrocínio do rei francês Henrique III, da rainha Bélgica Henriqueta Maria e da rainha Astrid. Naquela época, todos tinham pelo duro, focinhos mais longos e eram um pouco maiores do que os espécimes da atualidade.

Apesar de ser classificado como “cão de companhia”, não é um cão mimado. Tem muito vigor, robustez, vivacidade e graças à sua vigilância e latidos, também é considerado um bom cão de guarda.

Sua natureza é divertida, alegre, alerta e muito confiável. É uma excelente companhia para toda a família, incluindo as crianças e outros cães.

Um traço marcante da raça é a necessidade da presença do dono ao seu lado a maior parte do tempo, costumam escolher um membro da família como preferido, por quem tem grande respeito e adoração. Adoram agradar e observam com atenção tudo que acontece ao seu redor.

O Griffon é uma raça muito fácil de manter, os de pelo áspero precisam de trimming especializado, duas vezes ao ano, se o exemplar possui pelagem correta (dura) dificilmente ficará sujo, devendo ser lavado o mínimo possível para manter a qualidade da pelagem.

CURIOSIDADES

  • Griffon de Bruxelas
    GRIFFON DE BRUXELAS
    Em 1997, a raça se popularizou muito através do Griffon – Verdell, um exemplar que contracenava com o ator Jack Nicholson, no sucesso de cinema “Melhor Impossível”.

  • Griffon Belga
    GRIFFON BELGA
    Em seu país de origem, ainda é lembrando como o encantador e pequeno “Cão de Rua Belga”.

  • Griffon Brabançon
    PETIT BRABANÇON
    Pouco popular no mundo todo, a raça registra apenas cerca de 80 filhotes por ano em seu país de origem e menos de 50 exemplares em algumas das principais cinofilias do mundo.

Infelizmente nem todos Griffons possuem pelagem correta, os cães de pelagem macia ou lanosa precisam de banhos constantes e talvez mais trimming.

CARACTERÍSTICAS


País de origem:Bélgica

Utilização:Companhia.

Tamanho:18 a 20 cm.

Peso:3 a 5 quilos.

Aspectos Gerais:
GRIFFON DE BRUXELAS
Um pequeno cão de luxo, inteligente, esperto, robusto, lembrando o atarracado, de estrutura e movimentação elegante, cativando as atenções pela sua expressão quase humana. A cauda é alta, amputada aos dois terços.
GRIFFON BELGA
É um cão de pequeno porte, de tronco curto, robusto, com cabeça grande e arredondada, olhos bem grandes e separados. O focinho é bem curto e projetado para cima, o que o deixa um pouco prognata. As orelhas são semi eretas e voltadas para a frente e a cauda é amputada curta.
PETIT BRABANÇON
É um cão de pequeno porte, de tronco curto, robusto, com cabeça grande e arredondada, olhos bem grandes e separados. O focinho é bem curto e projetado para cima, o que o deixa um pouco prognata. As orelhas são semi eretas e voltadas para a frente e a cauda é amputada curta.

Pelagem:
GRIFFON DE BRUXELAS
O pelo é duro, eriçado, de comprimento médio e farto. A cor é ruiva, mas com um pouco de preto nos bigodes e cavanhaque é tolerado.
GRIFFON BELGA
Pelagem áspera e as cores aceitas são preto, preto e canela, e também a pelagem chamada de "belge", que consiste em uma mistura de pelos vermelhos e negros.
PETIT BRABANÇON
Pelagem curta e macia, nas cores ruivo, preto e cor de fogo. A máscara preta não é um defeito.

Longevidade:13 a 14 anos.

Agressividade:Baixa

Área de Criação:Pequena

Atividade Física:Baixa

Texto: fonte - Anuário Cães 2010 - Editora Minuano
1124 Visualizações

 

Veja também:

grande_azul_da_gasconha
Grande Azul da Gasconha
kromfohrlander
Kromfohrländer

Comentários