Spaniel D’água Americano

spaniel_dagua_americano
Spaniel D’água Americano

Sua origem é desconhecida, mas sabe-se que não era utilizado para ajudar na caça de todos os tipos de animais, mas principalmente aves aquáticas recolhidas na região dos Grandes Lagos. Bastante apreciado pelas qualidades que apresenta como cão de esporte, não demorou a conquistar admiradores.

No início de 1900, o Doutor Pfiefer de New London, Wisconsin, foi o primeiro a perceber que o pequeno marrom spaniels, tão bem conhecido em sua região, era na verdade uma raça distinta. Era seu desejo que a raça fosse reconhecida e preservada. Ele liderou um trabalho para ganhar o reconhecimento do cão que viria a ser chamado de American Water Spaniel.

Através de seus esforços, a raça foi reconhecida pelo United Kennel Club em 1920. Nos anos seguintes, outros admiradores seguiram a causa, fazendo com que a raça fosse reconhecida pelo Campo Dog Stud Book em 1938 e pelo American Kennel Club em 1940.

Criado para trabalhar caçando, levando e recuperando presas de todos os tipos, o Spaniel D’água Americano tem um bom desempenho em todas as funções, mas se destaca no campo como um excelente retriever de aves aquáticas, como codornas, patos, faisões e perdizes. É um exímio nadador e muito competente no trabalho. Inteligente e de fácil treino, se mostra sempre disposto a aprender. É também agradável e companheiro.

Auxilia na caça de todos os tipos de animais, mas principalmente aves aquáticas recolhidas na região dos Grandes Lagos. Bastante apreciado pelas qualidades que apresenta como cão de esporte, não demorou a conquistar admiradores.

CARACTERÍSTICAS


País de origem:Estados Unidos

Utilização:Caça.

Tamanho:38 a 46 cm.

Peso:13,5 a 20,5 quilos para machos e 11,5 a 18 quilos para fêmeas.

Aspectos Gerais:É um cão ativo, musculoso, de tamanho mediano, com uma pelagem que vai do ondulado ao encaracolado. Muita ênfase é dada ao tamanho apropriado e à simetria das partes, textura e cor do pelo. É um cão de constituição sólida, muito musculoso, cheio de força e qualidades. A raça deve ter substância e ossatura o bastante para suportar a sua estrutura muscular, mas não tanto, a ponto de parecer pesado. A cauda tem comprimento moderado, curvada pode ser portada tanto ligeiramente acima, quanto abaixo da linha do dorso, também afila gradativamente até a ponta, portada alegremente e coberta por pelos moderados formando franjas.

Pelagem:O pelo pode ir do ondulado uniforme ao encaracolado (crespo). A quantidade de ondas ou anéis pode variar nas diferentes partes do cão. É indispensável que haja subpelo com densidade suficiente para proteger do clima, d água ou do ambiente hostil, mas nunca muito rude ou muito macio. A garganta, pescoço e posterior do cão são bem cobertos por pelos. As orelhas bem cobertas por pelos em ambos os lados e com o canal auditivo provido de pelos. A região frontal também é coberta de pelos curtos e macios, sem topete. A cauda é coberta até a ponta com franjas moderadas. As pernas têm franjas moderadas com ondas ou anéis para harmonizar com a pelagem do cão. As cores são fígado, marrom ou chocolate escuro sólidos. Um pouco de branco nos dedos ou no peito é permitido.

Longevidade:12 a 13 anos.

Agressividade:Baixa

Área de Criação:Média

Temperamento:O comportamento indica inteligência, vontade de agradar e amizade. Grande energia e vontade para a caça, ainda que controláveis em campo.

Atividade Física:Moderada

Texto: fonte - Anuário Cães 2015 - Editora Minuano
317 Visualizações

 

Veja também:

spaniel_da_picardia
Spaniel da Picardia
spaniel_dagua_irlandes
Spaniel D’água Irlandês

Comentários