Spaniel Francês

Spaniel Francês

Este belo Spaniel ganhou fama pela primeira vez na Idade Média com um cão utilizado para caça. Descendente direto dos cães de caça descritos por Gaston Phoebus, o Spaniel Francês encontrou um lugar seguro na realeza de Versailles, durante o século XVII, onde caçava perdizes e faisões.

Ele se tornou tão popular nesta época que fotos desses cães são encontradas em obras e gravuras de 1600. Seus ancestrais estão provavelmente na origem das diversas variedades de spaniels de caça. Através de seleção, ele se tornou um elegante e atlético cão, apontado muito firmemente, e que hoje brilha nas provas de trabalho.

O primeiro standard foi elaborado em 1891 por James de Connick. Ele foi revisado por várias vezes, sendo adaptado ás diversas evoluções da raça.

O primeiro Clube da raça foi fundado em 1921, na França. Seu presidente era o sacerdote Fournier, que reconheceu a utilidades e méritos destes cães. Ele identificou suas características, reuniu os melhores exemplares disponíveis e trabalhou incansavelmente para reconstruir as linhagens que são responsáveis pelos atuais Spaniels Franceses.

É um cão equilibrado, franco, gentil calmo e dócil.

CARACTERÍSTICAS


País de origem:França

Utilização:Caça

Tamanho:56 a 61 cm para os machos e 55 a 59 cm para fêmeas

Peso:24 a 25 kg

Aspectos Gerais:Cão de tamanho médio, elegante e musculoso, mediolíneo, do tipo bracóide. Sua harmoniosa construção proporciona a energia e resistência essenciais para sua função. A ossatura é forte, sem ser grosseira. Possui cauda não cortada, atingindo a ponta do jarrete, não desviada, inserida abaixo da linha superior. Portada obliquamente, curvando-se para baixo na raiz e curvando-se mais ou menos para cima em sua ponta. Forte na raiz, ela diminui progressivamente para a extremidade. Guarnecida de franjas sedosas, ondulantes e longas, começando a alguns centímetros da raiz, os pelos ficam mais longos no meio e diminuem progressivamente até a extremidade.

Pelagem:Possui pelo longo e ondulado sobre as orelhas, ultrapassando suas cartilagens assim como na parte traseira dos membros e na cauda. Plano sedoso e bem denso sobre o corpo, com algumas ondulações atras do pescoço e acima da raiz da cauda. Curta e fina na cabeça. Acor é branco e marrom com manchas moderadas, ás vezes com predominância de manchas irregulares, pouco ou moderadamente manchado e ruão sem excesso. A cor marrom varia do canela ao fígado-escuro. Uma listra branca na cabeça e marrom (se a marcação não for muito larga) são apreciados

Longevidade:12 a 14 anos

Agressividade:Baixa

Área de Criação:Média

Temperamento:Dócil

Atividade Física:Moderada

Texto: fonte - Anuário Cães 2012 - Editora MinuanoImagem: fonte - http://www.101caes.com
945 Visualizações
( 1 )

 

Veja também:

Shih-Tzu
Cesky Fousek

Comentários