Thailand Ridgeback

thailand_ridgeback
Thailand Ridgeback

A história da raça remonta a tempos antigos e sobre ela pairam inúmeras suposições. É muito difícil provar a origem de uma raça tão antiga quanto a tailandesa Ridgeback. Os primeiros registros foram encontrados em manuscritos de Taiwan.

Estes livros descrevem o Ridgeback Tailandês como “um cão de pelo curto com uma crista de cabelos nas costas, com orelhas levantadas e uma cauda apontada para cima como uma espada”.

Nas cavernas tailandesas descobriram que eram chamados Tum-Pra Toom. Um grande número de desenhos refletindo hábitos desses cães foi encontrado ali.

Os cães retratados nestes desenhos assemelham-se muito ao atual Ridgeback já bastante conhecido, havia também o Phu Quoc, um cão consideravelmente menor do que a Tailandês Ridgeback e originário da ilha de Phu Quoc, no Golfo de Siam, localizado a cerca de 200 quilômetros de Bangkok. Hoje, a ilha e é uma parte do Vietnã.

O Phu Quoc que habilitava a fronteira com o Camboja é provavelmente o antecessor do atual Ridgecack tailandês. No Camboja, cavernas com cães Ridgeback desenhados em suas paredes também foram descobertas. O leste da Tailândia, de onde este cão é originario, era habilitado por pessoas muitos pobres que foram mantidas em isolamento.

Estes cães eram únicos bens da maioria dessas pessoas.

Os cães significavam a fonte de sustento, já que o tailandês Ridgeback era indispensável na caça por ser veloz , ter perseverança e uma excelente visão. Durante a caça eram muitos capazes de levantar coelhos, lebres ou até mesmos javalis jovem.

Quando os proprietários desses cães foram trabalhar no campo, o tailandês Ridgeback desempenhou bem o seu papel de cão de guarda, além de manter a família longe dos roedores e cobras. O cão também serviu como guarda de carroças.

O isolamento nesta parte da Tailândia fez com que ficasse protegida de cruzamentos. Por isso, o Tailandês Ridgeback é considerado uma raça relativamente pura e original, embora sua origem ainda não seja totalmente clara. Mas a misteriosa história dos Ridgeback tailandeses tem sido revelada passo a passo, graças ao trabalho dos arqueólogos, antropólogos e zoólogos.

Desde 1975, os criadores de Taiwam estão tentando salvar e estabilizar a criação de tailandeses Ridgeback. O resultado de seus esforços foi o reconhecimento da raça pelo FCI (Federação Cinólica Internacional) em 28 de julho de 1993.

Os Thailand Ridgeback costumam ser excelentes corredores, com audição e olfato apurados, e com bom senso de direção.

CARACTERÍSTICAS


País de origem:Tailândia

Utilização:Guarda e companhia

Tamanho:56 a 61 cm para os machos e 51 a 56 cm para as fêmeas.

Peso:Proporcional ao tamanho (padrão não comenta)

Aspectos Gerais:Cão de tamanho médio com pelo curto, formando uma crista sobre o dorso. O corpo é ligeiramente mais comprido que sua altura ne cernelha. Os músculos são bem desenvolvidos e sua estrutura anatômica é adequada para as suas funções. A cauda é grossa na base com gradual afinamento em direção á ponta. A ponta pode alcançar os jarretes. Portava verticalmente e ligeiramente curvada.

Pelagem:O pelo é curto e liso. A crista na região dorsal é formada por pelos que crescem a direção oposta aos do restante da pelagem. Ela deve ser claramente definida em relação ás outras partes do dorso. Há várias formas e comprimentos da crista, mas esta deve ser simétrica em ambos os lados da espinha dorsal e deve estar localizada na largura do dorso. Coroas ou rodamoinhos na cabeça da crista são aceitáveis. As cores permitidas são sólidas:vermelho, preto, azul e um fulvo muito claro (isabella). Máscara preta é preferível nos vermelhos.

Longevidade:15 a 17 anos

Agressividade:Alta

Área de Criação:Grande

Temperamento:Resistente e ativo, com excelente habilidade para saltar e um leal cão de família

Atividade Física:Alta

Texto: fonte - Anuário Cães 2012 - Editora MinuanoImagem: fonte - http://hafici.net/
647 Visualizações

 

Veja também:

terrier_japones
Terrier Japonês
cao_da_groenlandia
Cão da Groenlândia

Comentários