Com cuidados básicos e muito simples podemos garantir mais saúde e segurança.

Para quem acompanhou semana passada, nós abordamos um tema muito interessante. Como fazer seu cão ou gato viver mais tempo e melhor? (Leia a parte I aqui ) Com cuidados básicos e muito simples podemos garantir mais saúde e segurança. Veja abaixo mais 5 dicas para ter seu pet ao seu lado por um bom tempo.

6- De olho na balança

Cães e gatos acima ou abaixo do peso não são considerados saudáveis. Tanto em uma, como na outra situação, muitos problemas poderão surgir. A obesidade aumenta os riscos de problemas cardíacos e articulares. A desnutrição significa uma falta de vitaminas e proteínas que podem desencadear outras consequências.

7- Castrar ou não castrar: eis a questão!

Essa questão ainda é muito polêmica. Sabemos, no entanto, que a castração precoce diminui os riscos de tumores de mama e piometra (Saiba mais sobre piometra, uma emergencia veterinária) em fêmeas. Além é claro, do controle populacional. Portanto, se não tiver a intenção de deixar descendentes do seu cão ou gato, converse com o Veterinário o quanto antes sobre este procedimento, que é simples, seguro e pode lhe poupar futuros problemas.

8- O animal ficou doente. E agora?

Essa questão é bastante importante, pois, não raramente, põe em risco a saúde de muitos cães e gatos. Se seu animal ficar doente, nada de seguir dicas caseiras ou usar o remédio que funcionou para o cão da vizinha. Os pets são bastante sensíveis e existe uma grande lista de contraindicações e remédios que não podem ser usados em animais. Além disso, uma doença que às vezes é simples pode tornar-se complicada se o proprietário não levar o animal rapidamente ao Veterinário. Muitos sinais que os animais apresentam não parecem ser de uma doença grave, aparentemente. Mas isso não é verdade. Sinais sutis como: perda de pelo, tosse, muita sede ou fome podem indicar problemas endócrinos, cardíacos, renais. Então, se quer manter uma boa saúde e garantir anos de vida a mais para seu bichinho de estimação, procure orientação do Veterinário e não espere os sintomas se agravarem, para que não seja tarde demais. Na dúvida, é melhor procurar a orientação correta. Um proprietário atento a sinais sutis (principalmente em gatos) tem mais chances de ver seu pet viver por mais tempo.

9- Eles são espertos, mas não podem ser deixados à própria sorte.

Eles sabem muito bem se virar sozinhos, conseguem encontrar comida e caçar, se preciso. Mas se sua intenção é cuidar de um animal, tenha em mente o conceito de posse responsável. Nada de deixar o animal passear sozinho pela rua, ele pode contrair várias doenças, brigar com outros animais e sair gravemente ferido, ou pior, pode ser atropelado e sofrer maus-tratos. E as conseqüências disso tudo podem ser as piores possíveis.

10- Qualidade de vida

Aqui estamos falando de algo muito abrangente. Ao decidir que vai ter um animal de estimação, é preciso pensar em todos os fatores citados acima e um pouco mais. É preciso qualidade de vida! Um animal precisa ter espaço, água e alimento de qualidade, segurança e lazer. É preciso dedicar parte do seu tempo para brincar com ele e lhe dar carinho e atenção. Isso também é qualidade de vida. E quando o seu animal já está idoso e não tão disposto assim, ainda que esteja doente, é possível oferecer qualidade de vida.

 

Vejam que são dicas extremamente simples, mas essenciais para quem quer que seu companheiro esteja por mais tempo com você em sua jornada. Se você decidir por um animal de estimação, ofereça o que puder para que ele tenha uma vida saudável e tranquila, assim, quando chegar a hora da partida, você saberá que embora sua vida seja mais curta, ela foi vivida com muito amor e cuidado e que certamente, ele foi eternamente grato a tudo que você fez.

 

 

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

Veja também:

vida-longa-aos-animais
Vida longa aos animas: 10 dicas para seu pet viver mais e melhor – PARTE I
Tumor-Venéreo-Transmissível-o-TVT
Tumor Venéreo Transmissível: o TVT
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest