Tutores de animais já sabem: ter um pet exige uma dose extra de cuidado e atenção dentro de casa. Os animais são seres muito curiosos e em boa parte das vezes, essa curiosidade é a causa de muitos acidentes.

Na matéria de hoje, daremos algumas dicas sobre como prevenir acidentes com o seu animalzinho dentro de seu próprio lar. Mas primeiro, vamos conhecer quais são os principais riscos aos quais os animais estão expostos.

LINHAS, FIOS, PEQUENAS PEÇAS E OBJETOS

Cuidado com esses itens. Os cães “adoram” ingerir pequenos objetos e os gatos se sentem especialmente atraídos por linhas e fios, o que pode causar problemas. Em ambos os casos, a ingestão desses objetos pode causar condições perigosas no trato gastrointestinal dos animais e uma intervenção cirúrgica pode ser a única solução. Para evitar problemas, não deixe esses itens ao alcance dos seus pets. E ao comprar brinquedos para eles, busque aqueles que são específicos e certificados para a espécie, evitando que pequenas peças se soltem e sejam ingeridas.

PRODUTOS DE LIMPEZA

Você costuma deixar objetos e produtos de limpeza guardados em armários bem fechados e longe dos pets? Não? Então seu bichinho pode estar correndo risco. Os animais, assim como as crianças, não devem ter acesso a esse tipo de produto, pois acidentalmente podem ingeri-los causando graves riscos à saúde. A dica é: armazene os produtos de limpeza em locais seguros e distantes, onde os animais não possam ter acesso.

JANELAS SEM PROTEÇÃO

Para quem tem gatos dentro de casa, ter janelas com proteção é praticamente obrigatório para evitar acidentes. Os gatos, por mais espertos que sejam, podem se acidentar de forma grave quando seu instinto de caçador vem à tona. Por isso, para evitar que seu bichano se machuque, instale telas de proteção em todas as janelas.

FIOS DE ENERGIA

Se você tem um animalzinho um pouco mais “atentado” em casa ou se possui um filhotinho que está descobrindo o mundo ao seu redor, cuidado redobrado com fios de energia ao seu alcance. Para evitar choques, tente esconder esses fios e deixá-los o mais distante possível de seus animais.

PISCINA SEM PROTEÇÃO

Se você mora em uma casa com piscina, é bom protege-la para evitar que o seu animal caia e se afogue, principalmente, em caso de animais que não sabem nadar. Para evitar problemas, restrinja o acesso do pet e não o deixe perto da piscina sem a sua supervisão.

Estas são apenas algumas dicas para os tutores prevenirem danos à saúde de seus bichinhos de estimação. Se você tem mais alguma dica que possa ser útil para outros tutores, comente abaixo.

Gostou dessas dicas? Então fique de olho e continue nos acompanhando por aqui, pois sempre tem novidade para você.

Continue nos acompanhando, porque sempre tem novidades por aqui para você.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

POR QUE MEU CACHORRO ESTÁ SE ISOLANDO?
MEU GATO FICA MIANDO DURANTE A NOITE – ISSO É NORMAL?
QR Code Business Card