Seu grande amigo merece cuidados e atenção. Algumas dicas para preservar este laço valioso de afeto.

1- Não deixe seu cão subir em camas ou sofás se ele não tiver idade e porte suficiente para descer sem se machucar. As quedas para os filhotes e cães de pequeno porte são muito perigosas e podem ser até fatais.

2- Não saia com seu cão sem coleira. Ele pode sair correndo para o meio da rua inesperadamente e sofrer um acidente.

3- Falando em coleiras… Não se esqueça de colocar na coleira do seu amigo o nome dele, o seu e telefones para contato.

4- Alguns cães não gostam de usar roupinhas como óculos, chapéus, sapatinhos etc. Isso é uma moda criada para agradar alguns donos, mas a natureza deles não é para isso. Se seu cão não gostar, não force a barra ou o passeio pra ele se transformará num martírio e não num prazer.

5- Em caso de viagem, evite transito e horários de temperaturas elevadas. Opte por viajar à noite. E se for ao litoral nunca leve seu animal à praia. Não se esqueça: não deixe o animal preso dentro do carro em nenhuma hipótese.

6- Certifique-se de que você oferece a seu cão exercícios adequados. Lembre-se que ele precisa de passeios e brincadeiras (esses sim devem ser em excesso) não só para manter a saúde física, mas também e, principalmente, a saúde mental, evitando distúrbios de comportamento.

7- Não medique seu cão por conta própria. A maioria dos remédios humanos não pode ser dada aos animais ou deve ter sua dose ajustada adequadamente. Você pode agravar ou mascarar os sintomas apresentados pelo seu melhor amigo ao medicá-lo aleatoriamente.

8- Cuidado com o calor: em hipótese alguma deixe o cão trancado no carro enquanto você dá um pulinho rápido no mercado. Não caminhe com ele nas horas de sol a pino. O asfalto estará muito quente e pode queimar o coxim plantar, você estará de tênis, ele não. Atenção especial com animais de pelo longo que sofrem muito nas épocas de calor.

9- Cuidado ao escolher o local onde deixará seu cãozinho quando for viajar. Procure indicações de amigos ou veterinários. Visite vários locais e faça a escolha somente quando se sentir confiante.

10- Alimento de gente não serve para cães. Não divida com seu cão doces, salgadinhos, comidas temperadas etc.

11- Garanta a saúde do seu cão, vacinas, vermífugos, alimentação balanceada, visita periódica ao veterinário.

12- Não leve seu animal para passear em dias ou horários muito quentes.

13- Renove a água de beber do seu animal várias vezes ao dia e nunca a deixe exposta ao sol.

14- Animais brancos ou albinos devem receber protetor solar nas pontas das orelhas e no espelho nasal. Esse é um cuidado essencial.

15- Seu melhor amigo está doente? Mantenha uma luz vermelha acesa, melhora o tônus, medo e o apetite do animal.

16- Mantenha a vacinação do cão rigorosamente em dia. Há doenças letais que somente podem ser evitadas com uma vacinação correta.

17- Atenção ao ectoparasitas: pulgas e carrapatos e piolhos. Eles se multiplicam rapidamente e são transmissores de várias doenças.

18- Deixe seu cão magro. A cintura deve manter-se sempre aparente. Obesidade causa problemas ósseos e nas articulações, além de diabetes e hipertensão.

19- Castrar o animal previne câncer de mama, de testículos e de próstata.

20- Mantenha as pipetas e coleiras contra pulgas e carrapatos mensalmente, evitando infestações e contato com Erchiose (doença do carrapato).

21- Não alimente seu cão em excesso. O sobrepeso não é sinônimo de saúde e animais obesos tendem a ter uma velhice vem mais difícil e mais problemas de saúde.

22- Esteja atento às alterações no comportamento de seu cão. Elas podem ser indícios de que a saúde dele não vai bem. Não subestime esses sinais.

23- Cães adoram brincar com seus donos, é a sua maneira de demonstrar amor. Brinquedinhos como cordinhas e bolinhas apropriadas ao tamanho do cão fazem superbem para melhorar a interação cão-dono.

24- Escolha a raça que se adapte à sua forma de vida. Temperamento, pelagem e porte físico podem fazer toda diferença quando o cão for adulto.

25- Levar o cão para passear diminui o estresse nosso e deles! Caminhar pelo menos uma vez ao dia ajuda a manter a sua forma física, além de socializar o animal.

26- Dê amor e carinho ao seu cão, como se você estivesse no lugar dele, pois afinal quando procuramos um cão para nos fazer companhia é justamente porque temos amor sobrando em nossos corações.

27- Adestre seu cão, você verá como isso deixa a vida de vocês muito mais fácil, estabelece uma importante hierarquia na casa e melhora a comunicação entre você o animalzinho.

28- Os cães são nossos fiéis companheiros e são completamente dependentes de nós. Não se esqueça disso. Você tem muitos amigos, seu cão só tem você.

29- Banho e escovação podem ser transformados em momentos de muito prazer para os cães, desde que feitos com carinho.

30- Cuidado com os dentes, sempre que necessário deve-se remover o tártaro.

31- Limpicão – Limpar os olhos e dentes todos os dias de manha ou à noite. É como criar o hábito de se escovar o dente quando somos crianças, mas depois que pegamos o ritmo é bem tranqüilo e aumenta significativamente a qualidade de vida do nosso amigo.

32- A saúde de seu cão começa pela boca! É incrível, mas 90% dos cães apresentam problemas de gengivite e periodontites entre outras patologias bucais, apesar de serem superbem tratados. Escovação de dentes adequada e rotineira, limpeza de tártaro dentário com um veterinário especializado evitam problemas cardíacos, renais e o mau hálito.

33- Nos cães a limpeza é primordial e compreende três pontos diferentes: a escovação da pelagem; o banho e limpeza de orelhas, dentes, e unhas. A freqüência desses cuidados varia de acordo com a raça e o tipo de pelagem. Saúde e higiene andam de mãos dadas e garantem vida longa e com melhor qualidade.

34- Acostume seu cão desde filhote a ser tocado na hora de comer, ser escovado e a entender o NÃO como uma palavra de ordem.

35- Cães assimilam muito mais o carinho do que as broncas, portanto, sempre que seu cão fizer o que você esta esperando dele, gratifique seu comportamento com petiscos e /ou carinhos.

36- Novicão! Ensinar coisas novas para seu amigo. É fascinante a capacidade de assimilação e aprendizado que eles têm quando são motivados pelo dono que amam: assim pequenas coisas como sentar, dar a pata, rolar se tornam prazerosos para os dois.

37- Cãoprendizagem! Aumente o vocabulário dele! Nomeie os brinquedos e deixe-os longe e comece a pedir para serem pegos pelos nomes estipulados (preferencialmente nomes pequenos e foneticamente diferentes). Em média eles conseguem discernir com a prática mais de 5 brinquedos e se animam muito com a nova brincadeira.

38- A obediência do cão deve ser recompensada com gestos de carinho.

39- Os cães de hoje vivem em matilhas humanas e, para eles, ver em seu dono o único e verdadeiro líder é um importante passo para seu bem-estar!

40- Cãoterapia – Deitar no chão e rolar com ele recebendo lambidas e brincando para valer.

41- Libertacão! Andar livremente em locais onde são permitidos cachorros. Em um mundo cada vez mais restrito em termos de lazer saudável para nossos amigos, andar é um santo remédio. Uma boa caminhada mantém dono e cão em plena forma. Ela aumenta o tônus muscular e a circulação sanguínea (a nossa e a deles), além de aguçar os instintos caninos. Cachorros que andam diariamente e são estimulados a se exercitar têm uma 3ª idade muito mais saudável.

42- Turiscão – Viaje com seu cachorro. Existem programas que são feitos sobre medida para todos se divertirem. Existem diversas opções: desde hotéis-fazenda até trekking e hiking (caminhadas leves), feitos especialmente para os cães e seus donos.

43- Cãoencontro – Fazer atividade social com seu melhor amigo, participar de encontros com mais outros cachorros da mesma raça abre espaço para conhecer pessoas, trocar impressões e aprender coisas novas que são boas para eles e não sabíamos. Nesses encontros os cachorros costumam se divertir muito.

44- Vida Zen – Você é do tipo que gosta de tomar florais, aromaterapia, comida natural, vida saudável? Se sua resposta é sim, aproveite tudo isso em beneficio também de seu cão! Em sua próxima consulta fale sobre seu cachorro com seu terapeuta, conte sobre sua personalidade, existe um floral para ele! Você vai se surpreender com a quantidade de coisas que a pratica natural pode mudar na vida do seu animal.

45- Cromocãoterapia – Use cores na vida de seu cão! Hoje podemos comprar diferentes cores de lâmpadas e as boas marcas costumam ter lâmpadas coloridas com uma freqüência de onda muito próxima da cromoterapia tradicional, assim aproveite estas cores no seu dia a dia… Duas aplicações fáceis: vai sair durante muito tempo? Deixe a lâmpada verde acessa em casa para ele.

46- Verifique se você está alimentando seu cão com a dieta/ração mais indicada. Lembre-se somente o veterinário pode recomendar a ração adequada à raça, idade e, caso haja problemas de saúde.

47- Não se esqueça de que catar a caca do seu cão durante o passeio é obrigação. Existem no mercado sacolinhas e coletores de diversos modelos, cores e tamanhos que são um barato. Você faz sua parte e ainda garante um visual fashion para seu passeio.

48- Os números de telefone (fixo e celular) de seu veterinário de confiança devem sempre estar a mão para momentos de emergência ou nos casos em que você esteja ausente e haja necessidade de acionar aquele profissional. Os telefones de dois hospitais veterinários que funcionem 24 horas também compõe este item.

49- Alguns sinais de alerta que indicam que seu amigo não está 100%: queda de pelo ou lesões na pele; alterações do ritmo respiratório; tosse persistente; mudanças no comportamento ou caráter; pulsação acelerada; vômitos e diarréia contínuos; magreza extrema; tremores; inapetência continuada ou qualquer demonstração de dor. Leve seu cão imediatamente ao veterinário.

50- Os animais possuem direitos e estão protegidos inclusive por leis de alcance internacional, mesmo que o desconhecimento e o desprezo por tais direitos tenham levado o homem a cometer crimes contra a natureza e os animais. Caso você presencie algum tipo de violência contra animais não se abstenha: denuncie!

Fonte: Revista Pequenos Cães Grandes Amigos – Edição 29 – Abril/Maio2010.

732 Visualizações

Veja também:

Cães x Inverno
Cães x Inverno
Escolher e Alimentar um Gato
Escolher e Alimentar um Gato
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest