Você sabia que alguns cães e gatos podem ter alergia às pulgas e demais parasitas? É isso mesmo e o problema é mais comum do que você pode imaginar. A doença é chamada de DAPE, que significa Dermatite Alérgica à Picada de Pulgas e pode atingir cães e gatos de diversas raças e idades. Se o seu cãozinho está sofrendo com esse problema, conheça um pouco mais sobre a DAPE para saber como agir.

 

COMO A ALERGIA À PULGAS OCORRE?

Quando a pulga se alimenta do sangue dos cães e gatos, ela acaba injetando também um pouco de saliva na pele do animal e como a saliva das pulgas contém vários componentes antigênicos, ela pode acabar desencadeando uma reação de hipersensibilidade no pet.

A hipersensibilidade nada mais é que uma reação alérgica exagerada que o organismo pode manifestar em determinadas situações ou frente à determinados antígenos ou alérgenos.

 

                QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA ALERGIA À PULGA?

O principal sintoma da alergia é a coceira que o pet apresenta. Normalmente é uma coceira bastante intensa e que, à medida que o animal se coça, acaba se machucando, ocasionando feridas com crostas e secreções, e escoriações na pele. Nestes locais, devido à intensa coceira, o pet também pode começar a apresentar uma falta de pelo em determinadas regiões do corpo.

 

                O QUE FAZER COM UM PET QUE TEM ALERGIA À PICADA DE PULGA?

Primeiro é preciso ter certeza do diagnóstico, pois muitas doenças dermatológicas podem ter sintomas semelhantes. Para confirmar a doença, consulte um Médico Veterinário ao notar qualquer sintoma suspeito. Assim, após diagnosticar corretamente é preciso iniciar um tratamento que visa principalmente prevenir a presença de pulgas no ambiente e no animal.

Estes animais necessitam de um controle bastante intenso com relação à presença de pulgas e outros ectoparasitas como o carrapato, por exemplo, pois um pet que tem DAPE, com uma única picada já pode manifestar todos os sintomas da alergia. Ou seja, não é necessário que o pet esteja cheio de pulgas para apresentar os sinais. Uma única picada pode desencadear a reação.

Desta forma, é muito importante que seja feito um controle intenso de parasitas e o Médico Veterinário poderá indicar o tratamento mensal para ser feito no cão, além de um cuidado extra com o ambiente e demais animais que possam trazer pulgas e carrapatos para o pet alérgico. O controle da DAPE deve ser feito durante toda a vida do animal de forma rigorosa.

 

A DAPE é uma doença bastante comum em cães e gatos, mas que pode ser controlada, desde que haja um acompanhamento correto. Consulte o Médico Veterinário de sua confiança e cuide para que as pulgas e outros parasitas fiquem sempre longes do seu animalzinho.

 

Gostou de saber um pouco mais sobre a Dermatite Alérgica à Picada de Pulgas?

Então compartilhe este conteúdo com os seus amigos e fique de olho em nossos canais, porque toda semana tem conteúdo novo para você.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e fique de olho em nossa página no Facebook e no Instagram, pois sempre tem informação nova para você!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

3 SINAIS DE QUE VOCÊ PRECISA PASSEAR MAIS COM O SEU CACHORRO
Filhote chorando: o que pode ser?
QR Code Business Card