Muitas doenças comuns em seres humanos também podem ocorrer em cães e gatos e se você tem um pet em casa e quer saber se os animais também podem ter micose.

Antes de te contar se os cães e gatos podem pegar micose, vamos primeiro descobrir o que é a micose. A micose nada mais é que uma infecção fúngica da pele e de seus anexos (unhas, por exemplo), que pode levar a diversos tipos de lesões que causam incômodo, na maioria das vezes.

Existe uma série de fungos que pode atingir os seres humanos e também os animais. Então, sim, os cães e gatos podem pegar micose. Os principais fungos que são encontrados em pets são do gênero Microsporum, Trichophyton e Epidermophyton, sendo os dois primeiros os mais comuns.

Normalmente a micose ocorre com mais frequência em animais que estão passando por algum problema de saúde e, portanto, estão imunocomprometidos, além de animais idosos e também filhotes. O que não significa que os animais adultos também não possam apresentar o problema.

A infecção do cão ou do gato ocorre quando ele tem contato com algum destes fungos provenientes de outro animal com micose, ou ainda, no próprio ambiente em que o pet vive. Vale lembrar que a dermatofitose, micose causada por estes fungos, pode ser transmitida ao seu tutor.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA MICOSE EM CÃES E GATOS?

Normalmente os animais com micose apresentam os seguintes sintomas abaixo:

  • Descamação da pele;
  • Lesões em forma de círculo, com as bordas mais elevadas e às vezes com crostas;
  • Falta de pelo em determinados locais;
  • O animal pode apresentar coceira em determinadas regiões ou não.

COMO É FEITO O TRATAMENTO DA MICOSE EM PETS?

Micose tem tratamento, mas é fundamental que o pet seja levado para uma consulta com um profissional para que ele identifique qual daqueles fungos que citamos acima está causando problemas. Feita esta identificação, o Veterinário passará o tratamento mais adequado ao seu animalzinho, que poderá incluir shampoos, cremes, loções ou até mesmo tratamento com remédios orais.

Além disso, ele dará uma série de orientações para evitar que o animal transmita aquela micose para outros pets da casa e até mesmo para os seus tutores.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e fique de olho em nossa página no Facebook e no Instagram, pois sempre tem informação nova para você!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Banho no cachorro: qual a frequência ideal e os cuidados?
Quais são as raças de cães mais calmas?
QR Code Business Card