Em épocas de comemoração, como Natal e Ano novo, as pessoas se divertem, enquanto cães e gatos sofrem em silêncio com o medo de rojões. Mas será que é possível controlar essa fobia e deixar o pet mais calmo e preparado para enfrentar os momentos de tensão?

Sabendo que os animais têm uma audição cerca de 4 vezes mais aguçada que a dos seres humanos e conseguem ouvir frequências de sons extremamente baixas, é fácil imaginar que este tipo de barulho incomode tanto e isso explica a causa do medo de fogos, trovões e rojões. O medo também é fortalecido pelo fato dos animais não saberem de onde vem aquele som, trata-se portanto também, do medo do desconhecido.

Com a chegada das festas de fim de ano, o tormento começa. Porém, para os tutores mais atentos, isto não precisa necessariamente ser assim. Alguns cuidados e dicas podem ajudar a acalmar o pet e deixar o dono mais tranquilo sabendo que seu animal está bem.

LOCAL TRANQUILO

É importante deixar o animal em um ambiente calmo e seguro quando souber da possibilidade de rojões. Locais onde não haja vidros, objetos cortantes e espaços onde o animal possa se prender. Cães e gatos quando assustados buscam “fugir” para um lugar seguro e nestas tentativas podem acabar se machucando.

TRANSMITA SEGURANÇA

Para que o animal entenda que não está ocorrendo nenhum perigo, demonstre segurança e ofereça carinho e atenção a ele.

DISTRAÇÃO

Para desviar o foco do barulho de rojões, dê a ele petiscos e brinquedos. Brinque com o animal e mostre que não há com o que se preocupar.

DIMINUINDO O SOM

Apesar de tomar todos os cuidados citados anteriormente, o barulho não causa só o medo, mas também um incômodo muito grande, devido a audição dos cães e gatos ser muito mais sensível que a nossa. Nestes casos, reserve o local menos barulhento da casa e se necessário, faça pequenos “tufos” de algodão e coloque no ouvido do cão, para conter um pouco o barulho.

TRANQUILIZANTES

Pensando no bem-estar dos cães e gatos que sofrem com o medo de rojões e que até se machucam em decorrência do medo, o Veterinário poderá prescrever um tranquilizante leve para que o animal fique sedado e não se assuste com estes sons. Mas atenção: qualquer medicação deve ser indicada pelo Médico Veterinário e utilizada sempre sob sua orientação.

Evitar que o cão ou gato sofra e cuidar de sua integridade física e psicológica faz parte do cuidado que um tutor atencioso deve ter. Com estes cuidados e um pouco de atenção, o pet tende a ficar mais tranquilo e não sofrer tanto com a comemoração no Natal e Reveillon.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

 

Você pode ver mais sobre este assunto nas seguintes matérias:
– Medo de rojões, o que fazer?
– Ai Ai Ai, medo de rojões
– Saiba como acalmar animais de estimação que têm medo de fogos de artifício
– Medo de Bombas e Trovões

1770 Visualizações
( 3 )

Veja também:

nhwawxtyodnqg41vxoag[1]
Ceia de Natal canina: pode ou não pode?
Como-tirar-os-carrapatos-do-meu-cachorro_site
Como tirar os carrapatos do meu cachorro?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest