Aprenda os cuidados necessários.

O fim do ano se aproxima e junto dele os dias começam a ficar mais quentes. Nessa época procuramos nos refrescar a todo custo assim como nosso melhor amigo.

E não é somente os dias quentes, com o sol forte que os incomoda,  os cães possuem o corpo recoberto por uma pelagem seja ela curta ou longa, o que piora a sensação de calor. Além disso, eles não possuem glândulas sudoríparas (de suor) como os humanos, portanto eles não suam, fazem a troca de calor com o ambiente através da boca, por onde o ar frio entra e resfria o corpo.

Os que mais sofrem, são as raças de cães adaptadas ao inverno, pois além de possuírem pêlo e sub pêlo, possuem uma camada de gordura sob a pele que os protegem do frio, aumentando ainda mais a sensação de calor.

É muito importante que nesses dias quentes os animais tenham sempre água fresca e que tenham um lugar sombreado para ficar (independente da casinha).

Animais que tenham o hábito de passear diariamente, que seja feito nos horários mais frescos do dia (manhã e final da tarde) e que não se use focinheiras muito apertadas caso esta seja necessária. Deve-se evitar deixar animais dentro do carro mesmo com vidro um pouco aberto.

Para os cães de tosa, esta deve ser feita sempre que o pêlo estiver crescido, mantendo-o baixo. Os banhos podem ser dados com uma freqüência maior, sempre mantendo um intervalo de 15 dias.

Com esses cuidados tanto você quanto seu amigo terão os dias quentes bem refrescados.

Dra. Henriette Brito Jordão
CRMV-RJ-8489
Clínica auQmia – Nova Friburgo – RJ

Veja também:

cao_filhote2
Cinomose Canina
Maltês
Maltês
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest