Fique atento e não tente fazer nenhuma receita caseira ou utilizar medicamentos indicados por leigos, isto pode ser perigoso.

Quem nos acompanha já deve ter visto em várias matérias que os problemas de pele podem se parecer muito, no entanto, nem sempre são a mesma coisa. Nem toda coceira é sarna, nem toda perda de pelo é alergia. Existe a sarna otodécica (de ouvido), a demodécica que já falamos aqui e a escabiose ou sarna sarcóptica, que é o tema que será abordado hoje.

A escabiose é também chamada de sarna vermelha e é uma das mais comuns que acomete os cães. Ela é causada por um ácaro escavador, chamado Sarcoptes scabiei. E é justamente por essa característica de escavarem a pele, formando túneis, que causam intenso prurido (coceira).

Esta sarna pode ser transmitida de animais para pessoas através do contato direto. Portanto, é muito importante que o diagnóstico seja feito corretamente e o tratamento iniciado precocemente, com todas as orientações seguidas pelo proprietário do animal.

Os principais sinais clínicos surgem com bastante coceira, crostas, descamação, escoriações (devido ao prurido intenso), falta de pelo e outros sinais dermatológicos. Às vezes, o animal pode ficar muito estressado e isso acaba atrapalhando e desencadeando, por exemplo, uma falta de apetite (anorexia).

O diagnóstico é feito pelo clínico após uma anamnese, exame físico e exames complementares, tais como um raspado de pele, por exemplo. Após estabelecido o diagnóstico é chegado o momento de tratar. O tratamento pode ser feito com banhos com produtos acaricidas, medicamentos orais e por último, mas fundamental que é a higienização do local e manejo correto dos animais.

Por ser uma doença altamente contagiosa, os animais contactantes (aqueles que vivem juntos ou entraram em contato) também devem ser tratados, o ambiente deve ser totalmente limpo, bem como camas, utensílios do animal e os seres humanos devem manter contato bastante restrito durante o período em que o cão estiver doente.

Se você suspeita que seu cãozinho esteja com escabiose, consulte o Veterinário, ele poderá lhe dar maiores orientações e esclarecer tudo sobre este tipo de sarna. Fique atento e não tente fazer nenhuma receita caseira ou utilizar medicamentos indicados por leigos, isto pode ser perigoso. Além disso, quando falamos em problemas de pele, o tratamento é demorado, portanto, o quanto antes a terapia adequada for instituída, mais rápido o animal se recuperará e ficará como antes, com uma pelagem bonita e saudável, sem coceira e parasitas.

 

 

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

466 Visualizações

Veja também:

asma
Vamos falar de asma?
Insuficiencia-cardiaca
Insuficiência Cardíaca
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest