ESTE É UM PROBLEMAS CAUSADOS PELO MAL POSICIONAMENTO DOS CÍLIOS EM CÃES.

Os cílios têm como principal função proteger contra a entrada de sujidades no globo ocular do animal. Mas você sabia que, em algumas situações, eles deixam de ser benéficos e podem até mesmo causar sérias lesões no olho do seu cachorro? Nessa matéria, iremos conhecer as 2 principais condições onde os cílios se tornam um grande problema para a saúde ocular. São eles: a distiquíase e a triquíase. Mas o que são esses nomes estranhos, afinal?

A distiquíase é uma condição onde os cílios nascem no interior de uma das glândulas que está localizada na margem das pálpebras. Ou seja, ao invés de os cílios nascerem em um sentido externo, na pele da pálpebra, acabam tendo origem dentro de uma glândula.

A triquíase, por sua vez, é quando ocorre um desvio no crescimento dos cílios para dentro do globo ocular, ou seja, eles até nascem no local correto, mas acabam sendo direcionados erroneamente e tocam a superfície do olho constantemente, levando a uma inflamação contínua.

Todas as raças de cães estão suscetíveis aos problemas de mal posicionamento dos cílios, embora, algumas raças como o Lhasa Apso, o Pug, o Buldogue francês e o Cocker Spaniel tenham maior predisposição.

»QUAIS OS SINTOMAS DESSES DISTÚRBIOS?

Se pensarmos que o grande problema dos cílios mal posicionados está relacionado ao contato dos pelos com a superfície do globo ocular é fácil imaginar quais serão os sintomas que o animal apresentará sendo que, em sua maioria, estão relacionados à inflamação e incômodo. Os sinais principais são:

  • Blefaroespasmo;
  • Dor ocular;
  • Úlceras no olho;
  • Vermelhidão e inchaço;

»EXISTE TRATAMENTO PARA A TRIQUÍASE E A DISTIQUÍASE?

Sim, existe tratamento. Porém, a maioria dos animais chega ao consultório apenas quando o quadro da inflamação já está bastante avançado e o animal está muito perto de sofrer uma ulceração. Nestes quadros, o tratamento é quase sempre cirúrgico.

Vale lembrar que como os problemas são causados pelo mal posicionamento dos cílios, o tratamento deve envolver a retirada dos pelos ectópicos, juntamente com a destruição de determinados folículos pilosos a fim de evitar que a condição retorne após algumas semanas. O uso de demais medicamentos também poderá ser indicado pelo Médico Veterinário para diminuir a inflamação e as suas consequências.

Depois de entender um pouco mais sobre a distiquíase e a triquíase, você desconfia que o seu pet possui alguns cílios fora de lugar? Ele apresenta algum sinal de inflamação como os mencionados anteriormente? Então não hesite em consultar o Médico Veterinário para estabelecer o melhor tratamento para o seu pet. Na dúvida, esta é sempre a melhor decisão.

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe com os seus amigos e continue nos acompanhando por aqui. Na semana que vem, traremos um novo tema sobre os cuidados e a saúde do seu pet.

Aproveite para deixar um comentário logo abaixo.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

olho-azul
MEU CACHORRO/GATO ESTÁ COM O OLHO AZUL: O QUE SERÁ?
linfoma
LINFOMA CANINO: O QUE É?
QR Code Business Card