“Doutor, o meu cãozinho não para de soluçar, o que eu faço? ”

Em primeiro lugar: você sabe o que é o soluço? O soluço nada mais é que uma contração involuntária do músculo da respiração, o diafragma. E quando o ar passa, faz aquele barulhinho característico. É apenas um reflexo comum, assim como ocorre de vez em quando conosco, humanos.

Então, não há motivos para se preocupar? Isto depende da evolução, do tempo e de outros sintomas que podem ou não estar associados. Ou seja, aquele cãozinho que está soluçando algumas vezes e já parou é completamente normal e não necessita de qualquer intervenção. A não ser que o motivo que levou a isto seja a rapidez com que ingere os alimentos, aí vale repensar em uma forma de fazer com que o pet coma mais devagar, com menos sede ao pote. Para isso existem no mercado, comedouros com obstáculos (anote a dica).

O que não é normal é se o soluço ficar se repetindo e não parar mais, com mais de 1 hora de duração ou associado a outros sintomas. E o que costuma causar os soluços?

 

  • Soluço desencadeado por estresse;
  • Soluço desencadeado por cansaço;
  • Animais que comeram rápido demais ou comeram muito;
  • Cães muito ansiosos;
  • Filhotes que costumam comer ou mamar rapidamente.

 

O cachorrinho que está soluçando sem parar deve ser levado ao veterinário para que ele o examine e certifique-se de que não há nenhum outro problema ocorrendo em paralelo. Agora, se este não for o seu caso não há com que se preocupar, pois um ou outro soluço são inofensivos.

E se perceber que o cãozinho está incomodado, você pode sim tentar ajudar. Aquela velha história de dar um susto para passar o soluço pode funcionar aqui também para os cães. A lógica por trás do susto é que precisamos modificar o padrão respiratório para o soluço parar … e em alguns casos, o susto pode fazer isso.

Outras alternativas para dar fim ao incômodo é levar o cãozinho para correr, brincar, pular ou oferecer um alimento pastoso ou sólido. Assim ele se distrai mastigando e pode até respirar diferente, colocando um ponto final nesta história toda.

O soluço normalmente não é nada muito preocupante e tende a passar sozinho, mas se tiver qualquer dúvida ou perceber alguma outra alteração no comportamento do pet, busque a orientação do Médico Veterinário de sua confiança.

 

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

2241 Visualizações

Veja também:

Como-tirar-o-tártaro-de-cães_site
Como tirar o tártaro de cães?
Como-fazer-seu-gato-gostar-de-banho-em-8-dicas
Como fazer seu gato gostar de banho em 8 dicas
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest