Você tem um gatinho em casa e deseja manter a saúde e a beleza de sua pelagem em dia? Então fique ligado nas dicas que separamos para você fazer a escovação do seu bichano de forma simples e prática.

Os gatos são animais que gostam de estar sempre bem limpinhos e “apresentáveis”. Por isso, para ajuda-los nesta tarefa, é de responsabilidade do tutor realizar a escovação do bichano como parte de seus cuidados.

                QUAL A FREQUÊNCIA IDEAL DE ESCOVAÇÃO DO PELO DO GATO?

Não existe uma frequência ideal, pois isso pode variar de um animal para outro. Gatos de pelo curto normalmente exigem apenas uma escovação por semana. Enquanto os gatos de pelo longo ou aqueles que apresentam muita queda de pelos necessitam de uma escovação mais frequente, normalmente diária.

                OS FILHOTES TAMBÉM DEVEM SER ESCOVADOS?

No início, é a mãe do gatinho quem faz este “serviço” através da lambedura. Mas normalmente a partir dos 30 dias de vida, os tutores já podem começar a introduzir esse contato com o animal através da escovação do pelo.

Neste caso, o objetivo não é exatamente a limpeza e cuidados com os pelos, mas sim a criação de um contato com o animal para ele se acostumar com as pessoas. Nesta atividade com os filhotes é importante ter atenção redobrada para evitar traumas, pois eles são menores e mais frágeis. Portanto, escove-os com delicadeza e com movimentos mais lentos para evitar machucá-los.

                É NORMAL SAIR MUITO PELO?

Sim, pois nem sempre o animal consegue remover todos os pelos mortos com sua lambedura. A quantidade de pelos que é retirada durante a escovação pode variar de um animal para outro, mas caso você note um excesso além do usual ou observe a presença de falhas de pelo no corpo do animal, agende uma consulta com o Médico Veterinário para que ele identifique a causa do problema.

                QUAL É O MELHOR PENTE OU ESCOVA PARA USAR NO GATO?

Os gatos de pelagem mais curta podem ser escovados com uma escova comum ou um pente. Já para os gatos de pelagem longa, o ideal é utilizar escovas com rastelo. Mas deve-se ter muito cuidado na atividade para não colocar muita pressão e machucar o animal, já que suas pontas são de ferro. Se não se sentir seguro para usá-las, procure outra opção no mercado e cuidado com o gatinho, ok?

                QUE PROBLEMAS DE SAÚDE CONSIGO EVITAR FAZENDO A ESCOVAÇÃO DOS PELOS DO GATO?

Ao escovar o pelo do gato, você estará removendo todos aqueles pelos mortos que ele iria, mais cedo ou mais tarde, acabar engolindo e que poderiam resultar em uma bola de pelo em seu estômago.

Você certamente já viu algum gatinho vomitando bolas de pelo, não é mesmo? E como não queremos que os nossos bichanos fiquem vomitando, a escovação é uma boa forma de prevenir isso.

Além disso, ao escovar os pelos do bichano, conseguimos notar se ele está com alguma falha na pelagem ou se há algum nódulo em seu corpo que pode estar relacionado a outros problemas. Esse contato com o gato permite que o tutor perceba mais facilmente qualquer tipo de alteração com a saúde de seu bichano.

Gostou dessas dicas? Então fique de olho e continue nos acompanhando por aqui, pois sempre tem novidade para você.

Continue nos acompanhando, porque sempre tem novidades por aqui para você.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Como cuidar da saúde do pet no outono e no inverno?
Pontinhos pretos no queixo do gato – o que podem ser?
QR Code Business Card