Conheça um pouco mais da história dos gatos.

Há cerca de 12 milhões de anos, os primeiros felinos começaram a habitar a Terra. Os fósseis desse período demonstram que logo haveria uma variedade enorme de animais da família dos felídeos, entre leões, linces, leopardos, guepardos e , claro, os gatos selvagens, dos quais descendem os gatos domésticos.

O nosso gato domestico (Felis silvestris catus), descende evidentemente do gato selvagem da África. Na verdade, ele seria descendente de várias espécies selvagens, dentre elas o Gato enfeitado que vive no Irã, no Paquistão e na Índia e que vai naturalmente em direção do homem.

A domesticação do gato continua sendo bastante misteriosa e não estabelecida com certeza. A opção tradicional pretende que esta espécie tenha sido domesticado no Egito onde foram encontrados os primeiros vestígios de domesticação do gato por volta de 4500 anos a.C. Os egípcios tinham uma estima tão profunda por esses animais, que foram criadas leis para os proteger: matar um gato era um crime punido com a morte.

Apesar de os egípcios terem imposto a proibição da exportação de gatos, as pragas de roedores a bordo dos navios e o potencial lucro daquela carga preciosa incentivaram o contrabando. Os países banhados do Mar Mediterrâneo foram os primeiros a dar as boas-vindas ao gato, transportado provavelmente pelos barcos fenícios. A partir daí, o gato viajou por todo o mundo chegando à Rússia, Inglaterra, China, Índia e Japão antes da Era de Cristo e mais recentemente, no século XVIII, chegou à América do Norte, espalhando-se depois por todo o continente, e à Austrália, um século mais tarde.

Na Europa cristã, por muitosséculos este animal teve uma posição privilegiada, porém, no início daIdade Média a situação mudou. Os gatos foram acusados de serem associados a maus espíritos e, por isso, muitas vezes foram queimados juntamente com as pessoas acusadas de bruxaria

Foi a sua convivência com os humanos que lhe permitiu expandir o seu hábitat, de modo que hoje está presente em todos as regiões do planeta. Os pesquisadores da história desses animais determinaram que a espécie pode ter uns nove mil anos de idade, e que os seus primeiros contatos com os humanos datam de uns quatro mil anos, no antigo Egito, onde chegaram a ser adorados, como já foi dito anteriormente.

Apesar de algumas mutações genéticas terem ocorrido devido à domesticação, a verdade é que o gato doméstico ainda é muito semelhante ao gato selvagem, ao ponto de não se conseguir classificar os indivíduos somente pelos genes. Chamamos-lhe domesticação, mas, na verdade, o gato permaneceu com um espírito selvagem, nunca sacrificando a sua vontade aos desejos do homem. Não se pode comparar a domesticação do gato, com a domesticação de qualquer outro animal. Em vez de prevalecer a vontade do homem, parece sobretudo prevalecer a vontade do gato. Apesar disto, ou talvez por causa disto, os gatos são na nossa sociedade considerados elementos da família.

 

Dra. Henriette Brito Jordão
CRMV-RJ-8489
Clínica auQmia – Nova Friburgo – RJ

Veja também:

Dogue Alemão
Cirurgias Estéticas
cao_oculos
Como os cães enxergam?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest