Seu gato se lambe DEMAIS? Saiba que isso pode ser desencadeado pelo estresse, em uma condição que
leva o nome de Lambedura Psicogênica.

Que os gatos costumam passar boa parte de seu tempo se lambendo, no famoso “banho de gato”, isso não é novidade para ninguém, não é mesmo? Mas o grande problema é que em algumas situações, essa lambedura deixa de ser somente pela questão da higiene e passa a ser desencadeada pelo estresse, em uma condição que leva o nome de Lambedura Psicogênica. Estranho, não é mesmo? Então vamos às explicações!

Lambedura Psicogênica

 

O ato da lambedura é tido, pelo gato, como uma atividade prazerosa, além de deixa-lo bem limpinho, algo que também o satisfaz muito. Porém, quando ele se encontra estressado ou entediado, ele pode buscar fontes de prazer, tais como ficar se lambendo sem parar com um comportamento obsessivo-compulsivo, o que traz como consequências, a perda de pelo e até mesmo a formação de feridas.

»COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

O Veterinário, em primeiro lugar, deverá descartar todas as outras causas de alergias e problemas de pele para identificar se não tem nenhum parasita ou algo que esteja causando o excesso de lambedura e alopecia no seu bichano.

Descartadas essas primeiras hipóteses, deve-se pensar na lambedura compulsiva e principalmente, no que pode estar desencadeando esse comportamento. Situações de estresse, mudança de hábito, ambiente e tédio estão entre os principais motivos.

»COMO É FEITO O TRATAMENTO?

A primeira coisa a ser feita é identificar as causas do estresse do animal e retirá-las, ou ao menos, minimizá-las. Os gatos são animais que gostam de rotina, então, a ideia é não os fazer sofrer com mudanças tão bruscas. Quando elas forem inevitáveis, o animal deve passar por um período de adaptação.

Em alguns casos mais graves, o pet pode precisar de tratamentos para diminuir o transtorno compulsivo, mas claro, sempre sob a supervisão e orientação do Médico Veterinário de confiança.

Está desconfiado que seu bichano anda se lambendo compulsivamente? É hora de buscar ajuda. Consulte o Veterinário o quanto antes!

Se você gostou dessa matéria, compartilhe-a com seus amigos
e fique de olho, porque semana que vem tem mais!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Nina - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Esta é Nina!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Meu cão mordeu um sapo - Mundo Pet | Lupus Alimentos
O que fazer? Meu cão mordeu um sapo!
Viagem de avião com o cachorro ou gato: TUDO o que você precisa saber | Lupus Alimentos
Viagem de avião com o cachorro ou gato: TUDO o que você precisa saber!
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest