A mastite é uma doença inflamatória das glândulas mamárias das fêmeas e que pode acontecer nos humanos e também nos animais em decorrência de infecções, traumas e tumores.

»

Ter um animal de estimação sempre requer cuidados e muita atenção para os sintomas que indicam que algo não vai bem, não é mesmo? Se você tem uma cachorrinha ou gata em casa é possível que, em algum momento de sua vida, ela já tenha apresentado sintomas como dor nas mamas, secreção mamária e febre, que são sintomas comuns à mastite. Vamos entender um pouco mais sobre esse problema?

A mastite é uma doença inflamatória das glândulas mamárias das fêmeas e que pode acontecer nos humanos e também nos animais em decorrência de infecções, traumas, tumores e uma produção de leite excessiva que se acumula nas mamas, sendo normalmente observada no período após o parto. Em mulheres, a mastite é bastante comum e ocorre frequentemente quando as mesmas dizem que o seu leite “empedrou” e, com certeza, você já ouviu falar.

A mastite pode estar associada aos casos de abandono dos filhotes, morte das crias, durante o desmame ou mesmo em casos de excessiva produção de leite pela fêmea durante a amamentação. Essa condição também ocorre como complicação de casos de pseudociese (gravidez psicológica), onde o organismo da fêmea simula uma gestação verdadeira, inclusive com produção de leite, e esse leite acumulado gera uma inflamação. Nós falamos sobre este tema na semana passada aqui em nossa página.

A mastite pode levar a fêmea a apresentar sintomas de muita dor e sensibilidade nas mamas, aumento da temperatura na pele no local, secreção anormal, vermelhidão e a fêmea também pode ter febre, caso ocorram complicações.

A confirmação do diagnóstico deve ser feita por um Médico Veterinário após exame físico e caso sejam necessários, exames complementares. O tratamento será com base no que ocasionou a mastite, e por isso é tão importante consultar um profissional.

Se você desconfia que a sua cachorrinha ou gata está com as glândulas mamárias inflamadas, consulte o Médico Veterinário o quanto antes e não administre nenhum medicamento por conta própria. Cuidar da saúde dos animais é fundamental para quem tem um bichinho de estimação e portanto, ao menor sinal de que algo não vai bem, busque ajuda profissional.

 

 

Se gostou dessa matéria, compartilhe com seus amigos e continue nos acompanhando por aqui, pois sempre tem conteúdo novo feito especialmente para você!

Fique de olho em nosso site e página no facebook, porque semana que vem tem mais. Se você gostou dessa matéria, curta e compartilhe com seus amigos.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

pseudociese
Será que minha cachorra/gata está com gravidez psicológica (pseudociese)?
gato-quieto2
Meu gato está muito quieto – o que pode ser?
QR Code Business Card