No dia a dia as pessoas usam essa expressão para indicar várias situações, entre elas, que um indivíduo está em alguma situação de dificuldade plena, carente de relações afetivas ou com dificuldades financeiras. Mas e o cachorro, o que tem a ver?

De acordo com o livro “O Bode Expiatório 2”, cães possuem olfato e audição privilegiados. Com trinta vezes mais tecidos sensoriais olfativos do que um humano, ouvem sons 4 vezes mais distantes, além de escutarem barulhos inaudíveis pelo homem, em baixa ou alta frequência.

Por esses motivos, podem ficar abalados com fortes decibéis. Um bom exemplo para ilustrar é como os cães se comportam com barulho de rojão. É possível sim provocar a morte de um cão com sons estridentes.

Caso seja atacado por um cachorro, existe a possibilidade de se livrar com gritos desde que sejam muito potentes a ponto de ferir os ouvidos do animal. É difícil, porém, possível.

998 Visualizações

Veja também:

Meu-cachorro-comeu-plástico-e-agora_site
Meu cachorro comeu plástico. E agora?
Meu-cachorro_gato-solta-muito-pelo_site
Meu Pet solta muito pelo. Tem algo errado?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest