O termo “hepatopata” ou “hepatopatia” parece estranho para quem o escuta pela primeira vez durante o diagnóstico. Mas o que é isso? Será que o animal vai ficar bem?

 

O fígado é um órgão que desempenha funções muito importantes no organismo e por este motivo, hoje vamos falar um pouco sobre as doenças que o acometem e que são chamadas de hepatopatias.

 

A doença hepática ocorre quando as células do fígado são afetadas, quando temos uma colestase (redução ou interrupção do fluxo biliar) ou ainda a associação destas duas situações. Já os casos de insuficiência hepática ocorrem quando temos um animal que já teve lesão em cerca de 70 a 80% de sua massa hepática, perdendo de forma significativa as funções do órgão.

 

Causas:

  • Infecções;
  • Neoplasias;
  • Drogas;
  • Agente Químico;
  • Doenças Metabólicas;
  • Doenças Autoimunes.


Sinais Clínicos:

  • Diarreia;
  • Vomito;
  • Anorexia;
  • Depressão;
  • Icterícia;
  • Dores Abdominais;

 

Os sinais clínicos acima são mais comuns em casos agudos, porém em casos crônicos, onde a doença já tem uma evolução mais lenta e progressiva pode ainda ocorrer poliúria (aumento na frequência do ato de urinar), polidipsia (aumento na ingestão de água), ascite (acúmulo de líquido no abdômen) que vimos anteriormente nesta outra matéria e outros sinais.

 

O diagnóstico desta doença inclui uma investigação que vai desde exame físico, histórico do animal, exames por imagem como ultrassonografia, radiografias, biópsia hepática, além da avaliação dos níveis de enzimas hepáticas.

 

O tratamento tem como objetivo retirar a causa primária, então, no caso de uma infecção devemos combate-la. No caso de danos causados por medicamento, retirá-lo ou diminuir a dose, se possível, dentre outras situações. Além de retirarmos a causa-base, os sinais clínicos devem ser tratados e devemos buscar o restabelecimento das funções do fígado, restabelecendo também os distúrbios metabólicos. O tratamento da doença crônica, além disso tudo, busca também controlar a fibrose, ascite, encefalopatia hepática e outros problemas decorrentes.

 

A cura do animalzinho é possível, dependendo da causa e do grau de acometimento hepático. Por este motivo, orientamos que sempre que houver suspeita ou aparecimento de um ou mais dos sintomas descritos acima, o animal deverá ser examinado pelo veterinário. Além disso, o check up regularmente também é uma ferramenta importantíssima para detecção de doenças em sua fase inicial.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

 

62762 Visualizações
( 15 )

Veja também:

Por-que-as-cadelas-ou-gatas-matam-seus-filhotes
Por que as cadelas ou gatas matam seus filhotes?
Meu-coelho-come-racao-de-cachorro_
Meu coelho come ração de cachorro
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest