Seu cãozinho começou a arder em febre e você não sabe mais o
que fazer, leia a matéria e descubra as possíveis causas.

 

 

A febre é sempre um sinal do organismo de que ele está reagindo a alguma coisa e isso necessita de uma investigação mais a fundo e de tratamentos para a base do problema. O fundamental é sempre ficar atento a esse importante sinal.

Um fato relevante para se atentar é que a temperatura corporal de um cão já é normalmente mais elevada que a do ser humano. Enquanto nossa temperatura normal varia em torno de 36 ºC, a temperatura normal dos cães gira em torno de 37,5 ºC a 39,5 ºC, podendo, inclusive, ser mais alta nos filhotes. Então, não adianta comparar com a sua temperatura e achar que o cãozinho está febril, pois o corpo deles já é naturalmente mais quente que o nosso, ok?

A febre, assim como ocorre com a gente, traz com ela outros sintomas bastante incômodos, como a falta de apetite, o desânimo e olhos vermelhos ou lacrimejantes. E aí você se pergunta:

 

 

“O QUE PODE ESTAR CAUSANDO FEBRE NO CÃOZINHO?”

 

 

A febre pode ser causada por condições mais simples e que são bastante comuns como, por exemplo, a gripe canina ou alguma virose de menor gravidade. Mas como dissemos no início, a febre é sinal de que o corpo está reagindo a algo, então, pela lógica, é um sinal que ocorre em muuuuuuitas doenças diferentes, desde as mais simples até mesmo as mais graves.

E há ainda cerca de 10% das febres registradas em cães que podem não ter uma causa aparente. Por isso é importantíssima a consulta com o veterinário.

 

 

COMO SABER SE MEU CACHORRO ESTÁ COM FEBRE?

 

 

Através da aferição da temperatura corporal do animal, que deve ser feita através da introdução da ponta do termômetro no ânus do cachorro. Deve-se aguardar cerca de dois minutos para verificação da temperatura final.

Existem termômetros próprios para cães no mercado, mas esses podem ter um valor alto. Então caso você tenha um termômetro digital para humanos em casa, este poderá ser utilizado, porém, deverá passar a ser de uso exclusivo do cão.

Se você notar um aumento da temperatura, cerca de 40 graus ou mais, consulte o veterinário sobre quais as medidas que deverá adotar.

 

DICA: A temperatura ambiental e o estado de agitação do pet alteram a temperatura corporal momentaneamente. Então, não se deve verificar a temperatura logo após a realização de exercícios ou quando o cão estiver muito agitado.

 

 

O QUE FAZER PARA DIMINUIR A FEBRE DO CACHORRO?

 

 

DICA 1: Não administre medicamentos por conta própria, pois alguns dos medicamentos usados por nós são proibidos para cães e podem até mata-los.

DICA 2: Para amenizar os sintomas da febre até a chegada do veterinário, você deve manter o cãozinho bem hidratado. Ofereça muita água e se ele se recusar, tente administrar aos poucos com uma seringa.

DICA 3: Passar um pano com água gelada no corpo do animal, principalmente na face e na barriga podem ajudar a aliviar o incômodo.

 

 

Se perceber que a febre está se agravando e o animal começou a tremer,
ter “ataques” (convulsões), salivação, leve-o IMEDIATAMENTE ao Veterinário.

 

Gostou dessa matéria? Então compartilhe com seus amigos e fique
de olho, porque toda semana tem um assunto novo por aqui.

 

 

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Layon - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Layon!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Como saber se meu gato tem PIF? | Lupus Alimentos
Como saber se meu gato tem PIF?
Parvovírus Felino: como saber se meu gato tem e como prevenir? | Lupus Alimentos
Parvovírus Felino: como identificar e prevenir?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest