Vômito em gatos é comum, mas pode ser evitado. Saiba agora mesmo quais os cuidados que você deve ter com seu bichano para evitar essas ocorrências.

 

 

»MEU GATO ESTÁ VOMITANDO PELOS

Se seu gatinho é um gato como todos os outros, ele certamente se lambe o dia inteiro, tomando banhos intermináveis com sua língua áspera, não é verdade? O grande problema é que com esses banhos diários e que duram horas e horas, eles acabam ingerindo muito pelo que vai direto para o trato intestinal.

E aí, em algum momento, essa grande quantidade de pelos, se não puder ser eliminada normalmente junto às fezes (o que nem sempre acontece), o gatinho pode ter problemas com vômito e formação de algo que chamamos de tricobezoares (OI?). Traduzindo: tricobezoar, nada mais é que uma formação composta por pelos no trato gastrointestinal do pet, resultante de seus hábitos de limpeza.

Para perceber o tamanho do problema é muito fácil. Imagine só que quando você acaricia seu bichano, saem muitos pelos mortos que ficam espalhados pela casa, não é mesmo? Agora imagine, que quando o pet se limpa, sua língua com escamas arranca todos os pelos mortos e alguns que estão se desprendendo e adivinhe para onde isso tudo vai? Acertou quem disse “estômago”. Imagina a quantidade de pelos que os bichanos ingerem diariamente, e isso, quando não é eliminado, pode se acumular e dificultar a saída pelas “vias normais”.

 

 

»O QUE EU FAÇO?

Se seu gatinho está vomitando, o ideal é consultar o veterinário para que ele possa analisar, através de exames, se existe um acúmulo de pelos ou se o pet já o conseguiu eliminar.

Alguns casos de formação de bolas de pelo podem resultar em obstrução, com sintomas que incluem anorexia, perda de peso, vômito, diarreia e dor abdominal. Esses casos mais graves, podem ter como única saída, a intervenção cirúrgica.

Percebe só o tamanho do problema? Nesses casos, o ideal mesmo é fazer uma consulta com o veterinário o quanto antes. E vale lembrar uma dica que importantíssima que citamos sempre por aqui: é sempre melhor prevenir que remediar. Esse é um grande exemplo, que possui uma prevenção simples e de baixo custo.

 

 

»COMO EVITAR?

Não existe fórmula mágica, devemos sempre pensar em oferecer ao pet uma boa alimentação para evitar a queda excessiva de pelos (que ele, certamente, vai acabar engolindo durante o banho), usar bons produtos para limpar o pelo do pet, shampoos específicos, e criar o hábito de escovar o bichano com escovinhas próprias para isso, que podem ser encontradas em pet shop. Assim, você faz todo o trabalho de retirar os pelos mortos e evita que o pet ingira tudo isso depois.

 

 

Viu só como é simples evitar a formação de tricobezoares ou de bolas de pelo?
E se o seu gatinho está apresentando uma intensidade grande de vômitos ou está com
maiores problemas, consulte o veterinário o quanto antes e evite que tudo se agrave.

Se você gostou dessa matéria, clique em compartilhar e fique de olho,
porque toda semana tem conteúdo novo para você aqui.

 

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Amy - Bicho Amigo

Esta é Amy!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

Veja também:

Como-fazer-a-troca-de-racao-do-meu-pet-MundoPet-LupusAlimentos
Como fazer a troca de ração do meu pet?
Será que meu cachorro está com otite? | Lupus Alimentos
Será que meu cachorro está com otite?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest