Se você tem um cãozinho em casa, certamente já ouviu falar dessa doença. A parvovirose é uma doença que assombra muitos tutores por aí. E não é para menos, a parvovirose é uma doença grave, que pode até mesmo levar o animal à óbito se não for tratada a tempo.

PARVOVIROSE CANINA

A parvovirose canina é uma doença causada por um vírus extremamente contagioso, que causa problemas gastrointestinais e pode acometer principalmente os animais filhotes, com menos de um ano de idade.

SINTOMAS DA PARVOVIROSE CANINA:

  • Diarreia, que pode vir acompanhada ou não de sangue;
  • Vômito;
  • Falta de apetite;
  • Emagrecimento;
  • Desidratação severa.

 

A PARVOVIROSE É CONTAGIOSA?

Sim, portanto, se você possui mais de um animal em casa é importante manter os animais doentes isolados e manter o ambiente desinfectado o tempo todo, já que o vírus é eliminado pelas fezes do pet.

PARVOVIROSE TEM CURA?

Sim, felizmente é possível reverter os quadros de parvovirose, desde que o animal receba atendimento rapidamente e de forma correta. Apesar de se tratar de uma doença grave, existem no mercado soros hiperimunes que podem neutralizar o vírus da parvovirose e impedir que a doença avance. Em paralelo, o Médico Veterinário fará todo o tratamento suporte do pet a fim de evitar que ele se mantenha em desidratação, além de fornecer medicações para evitar infecções secundárias e fortalecer o organismo para que o pet consiga reagir.

A PARVOVIROSE PODE SER PREVENIDA?

Sim, a parvovirose é uma das doenças que pode ser prevenida através da vacinação correta do pet. Normalmente os cães filhotes devem receber de 3 a 4 doses de vacina múltipla, a partir dos 45 dias de vida, com intervalos de 21 dias entre elas e um reforço anual. Os cães adultos nunca vacinados devem receber duas doses com intervalos de 21 dias entre elas e reforço anual. Este protocolo é apenas uma recomendação, outras orientações poderão ser passadas pelo Veterinário de sua confiança de acordo com o ambiente e riscos aos quais o pet está exposto.

Se o seu cãozinho apresenta alguns dos sintomas mencionados nesta matéria, leve-o rapidamente para uma consulta veterinária e não espere que o quadro se agrave.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e fique de olho em nossa página no Facebook e no Instagram, pois sempre tem informação nova para você!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Meu cachorro foi picado por uma cobra: o que fazer?
Barriga d’água em pets: você já ouviu falar?
QR Code Business Card