ATENÇÃO GATEIROS: a parvovirose em gatos EXISTE e é uma
doença séria, mas que pode ser prevenida.
SAIBA AGORA MESMO!

 

 

Muitos aqui devem sentir arrepio só de ouvir falar em parvovirose, afinal, quem já presenciou um cãozinho com essa grave doença, sabe o quanto ela pode ser desgastante e trazer sérias consequências ao animal, não é mesmo? Mas será que os gatos estão livres desse perigo? Será que os bichanos também podem se contaminar com o parvovírus? É isso que vamos descobrir agora.

O Parvovírus Felino (FPV) infelizmente existe e é muito semelhante ao Parvovírus que ataca os cães (CPV), acredita-se até que os vírus dos gatinhos tenham tido origem no vírus dos cães, porém, o nome dado à doença dos bichanos é outro: Panleucopenia Felina.

A Panleucopenia é uma doença de alta mortalidade e morbidade, ou seja, tem um alto poder de transmissão entre os animais e infelizmente, uma taxa de mortalidade que pode chegar a até 90% em animais jovens.

»COMO O GATO PEGA A DOENÇA?

O vírus se dissemina através do contato entre animais, principalmente em gatis, abrigos, na rua ou também por objetos (fômites) e por aerossóis.
 
 

Gatos não vacinados estão sob maior risco de contaminação!

»QUAIS OS SINTOMAS DA PANLEUCOPENIA FELINA?

Pela característica do próprio vírus, a doença costuma atacar principalmente as células com alto poder de multiplicação no organismo, o que significa, um grande ataque à medula óssea, intestino, células embrionárias e tecido linfoide.
 
 
Os principais sintomas são:
• Febre;
• Depressão
• Diarreia com fezes escurecidas e com sangue (de 2 a 4 dias após início dos picos de febre);
• Vômito (no início composto pelo alimento, depois apresenta-se como um líquido espumoso branco-amarelado);
• Desidratação (como consequência da falta de apetite, vômito e diarreia);
• Anorexia (falta de apetite) e uma consequente perda de peso;
• Morte súbita, na fase superaguda da doença, principalmente em gatinhos muito novos, com 3 a 10 semanas de idade.
• Em fêmeas prenhes normalmente não causa sintomas, porém os filhotes podem ser abortados ou podem nascer com lesões no cerebelo ou displasia de retina.

»COMO SABER SE MEU GATO ESTÁ COM A DOENÇA?

A única forma de identificar a doença no animal é através da consulta com o Veterinário.

Pelo exame clínico, é possível notar algumas alterações que indicam a doença e que devem ser aliadas à anamnese e histórico de vacinação. Além disso, o diagnóstico definitivo só poderá ser feito através da realização de exames confirmatórios, que detectam a presença do vírus e/ou anticorpos.

»EXISTE TRATAMENTO PARA A PANLEUCOPENIA FELINA?

O tratamento, na verdade, assim como o tratamento da parvovirose em cães é feito para amenizar os sintomas do bichano e evitar que a doença continue evoluindo, além de oferecer todo o suporte que o gato necessita e fortalecer seu sistema imune para que ele reaja à doença.

E vale lembrar, como o vírus é extremamente contagioso, deve-se deixar o gatinho doente longe dos demais e totalmente isolado.

»EXISTE VACINA PARA A PANLEUCOPENIA FELINA?

Essa é a notícia boa: existe vacina para essa doença. E se seu gatinho já recebeu alguma vacina, provavelmente ele já foi vacinado para essa enfermidade.

A vacina de gatos disponível no mercado normalmente oferece proteção contra 3, 4 ou 5 doenças, mas essencialmente elas protegem contra a Rinotraqueíte, a Calicivirose e a Panleucopenia, que é justamente o nosso tema de hoje. Confira na carteirinha de vacinação do seu pet se a vacina que ele tomou tem proteção para essa doença. Verifique também se o reforço está em dia e se ele precisa tomar alguma dose, pois lembre-se, o reforço deve ser anual. Na dúvida, consulte o veterinário de confiança.

Gostou de saber mais sobre essa doença? Então compartilhe com seus amigos gateiros para que eles fiquem por dentro do assunto e possam prevenir seus felinos. Aproveite para deixar seu comentário sugerindo um tema para as próximas semanas.

 

 

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Juca - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Juca!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Meu cachorro está com febre, o que eu faço? | Lupus Alimentos
Meu cachorro está com febre: o que fazer?
Meu cachorro está com giardia | Lupus Alimentos
Meu cachorro está com Giárdia
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest