A escovação dos dentes de cães e gatos, para algumas pessoas, pode até parecer um excesso de cuidado ou até mesmo “frescura”. Mas a verdade é que a escovação ajuda a evitar que o pet tenha problemas bucais no futuro, que vão desde a perda de dentes, gengivite e até mesmo o tártaro. Isso sem falar nas complicações sistêmicas que podem levar o animal à morte por endocardite bacteriana, em que uma das causas é a migração de bactérias bucais pela corrente sanguínea até o coração.

Para evitar estes problemas separamos algumas dicas que serão úteis para você introduzir esse cuidado na rotina com o seu animalzinho. Mas antes de mais nada é necessário que você compreenda que se o seu pet nunca teve essa rotina, uma boa dose de paciência será fundamental. Afinal, é um hábito novo que precisa ser iniciado para o bem do seu pet. Então, vamos às dicas:

 

DICA 1: Tenha em mãos uma escova própria para pets

Se você vai começar o processo de escovação de dentes do seu pet, é importante adquirir uma escova própria para a espécie. Elas terão algumas particularidades que as escovas de humanos podem não ter. Para alguns animais, principalmente os filhotes, você ainda poderá substituir a escova pela dedeira ou por uma gaze enrolada no dedo, apenas para que o pet se acostume com o novo hábito.

 

DICA 2: Adquira um creme dental próprio para animais

Não se deve utilizar pasta de dentes de humanos para os animais. Para isso, existem produtos veterinários que são mais específicos e são recomendados, porque como o animal não fará o bochecho, as pastas de dentes para pets podem ser engolidas sem causar nenhum dano à saúde do animal. Você poderá encontrar estes produtos em casas agropecuárias ou pet shops. Na dúvida, consulte sempre o Médico Veterinário.

 

DICA 3: Se possível, acostume o cão/gato desde filhote

Se o seu pet ainda é filhote, busque já iniciar a escovação desde cedo. Assim o pet se acostumará mais facilmente com o processo e você não terá grandes dificuldades quando ele se tornar adulto. Para iniciar a escovação você pode usar dedeiras ou gazes enroladas no dedo e com um pouco de creme dental. No início, não precisa fazer a limpeza de todos os dentinhos, pois o processo visa apenas começar a acostumar o pet com a ação. Depois vá aumentando a limpeza e tornando-a cada vez mais completa.

 

DICA 4: Seja paciente

Para o pet, a escovação de dentes pode ser algo estranho, principalmente no início. Mas você deve manter a paciência para introduzir a nova rotina, afinal, você tem consciência de que isso é muito importante para a prevenção de problemas futuros, como os que estão descritos abaixo.

 

                PROBLEMAS OU DOENÇAS QUE SÃO EVITADAS COM A ESCOVAÇÃO DOS DENTES:

  • Gengivite
  • Mau hálito
  • Perda de dentes
  • Tártaro
  • Acúmulo de placa bacteriana
  • Sangramentos bucais
  • Endocardite bacteriana

 

Com simples hábitos, é possível manter a saúde bucal do seu pet em dia e ainda garantir um belo sorriso. Estes são bons motivos para você iniciar o processo com os seus animaizinhos, não é mesmo?

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e fique de olho em nossa página no Facebook e no Instagram, pois sempre tem informação nova para você!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Minha cadela está com piometra – e agora?
Acupuntura em animais funciona?
QR Code Business Card