Que as pulgas são um grande pesadelo para cães e gatos, isso todo mundo já sabe, não é mesmo? Mas será que você sabe que as pulgas também podem ser as grandes responsáveis por doenças em seu animalzinho?

As pulgas estão entre os principais parasitas de cães e gatos e atacam principalmente em meses mais quentes e úmidos, pois este é exatamente o período mais favorável para que a pulga jovem deixe seu estado de pupa (forma mais resistente que fica no ambiente por até 6 meses), e procure um animal para se alimentar.

As pulgas, além de causarem um grande incômodo e uma coceira que não tem fim, ainda podem trazer outros problemas aos animais.

A DASPPE (Dermatite Alérgica à Saliva e Picada de Pulgas e Ectoparasitas) ou simplesmente DAPE é uma doença alérgica, que acomete alguns animais mais sensíveis. São animais que apresentam um organismo exageradamente mais reativo que a maioria da população. Esses animais, com apenas uma única picada, podem desenvolver diversas alergias e lesões pelo corpo. Nós falamos mais deste assunto em outras matérias que você pode conferir clicando aqui e aqui.

Além da DASPPE, as pulgas ainda podem ser as responsáveis por outro problema bastante comum em cães. Você certamente já viu algum cãozinho esfregando o bumbum no chão, não é mesmo? Mas o que talvez você não saiba é que este comportamento pode ser causado por um verme chamado Dipylidium caninum, que causa coceira e incômodo na região anal, e que é transmitido pela pulga. Isso mesmo!

A transmissão desse verme ocorre quando o cão, ao se coçar e se morder, acaba ingerindo algumas pulgas contaminadas. Esse verme então se desenvolve e ao liberar suas proglótides gravídicas (como se fossem cápsulas contendo ovos do Dipylidium)  nas fezes, ocasiona essa coceira no bumbum.

Como se pode ver, as pulgas não são parasitas tão inofensivos quanto podem parecer. Por isso, é fundamental que o pet receba um controle adequado destes parasitas, evitando problemas futuros.

Para controlar pulgas, é necessário cuidar tanto do animal, quanto do ambiente, afinal as pulgas que vemos nos pets são apenas 5% da infestação. Ou seja, os outros 95% estão espalhados pelo ambiente em diversas formas de seu estágio de vida. Portanto, é fundamental contar com o apoio de um profissional para o controle de pulgas ser realmente efetivo.

Quer saber mais sobre o controle de pulgas? Tem uma outra matéria sobre o assunto aqui em nosso blog, que você pode conferir clicando aqui.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e fique de olho em nossa página no Facebook e no Instagram, pois sempre tem informação nova para você!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Os cães e gatos podem se infectar com o novo Coronavírus?
Quais plantas são tóxicas para cães e gatos?
QR Code Business Card