Esqueçam aquela história de que o gato tem 7 vidas. Apesar de parecem sortudos demais, eles têm uma vida só (para a tristeza de todos os gateiros deste país).

Ninguém sabe ao certo de onde ou como foi que surgiu essa história de que o gato tem sete vidas. Acredita-se (boatos) que pelo fato de possuírem um bom sistema imune, eles não morriam assim tão facilmente de doenças infecciosas e graças a sua destreza também para escapar de situações super perigosas.

Uma outra hipótese possível é que durante uma época, ficaram associados aos bruxos e em certo momento, alguém disse que eles eram seres malignos e que deveriam, portanto, ser exterminados (coitadinhos). Mas como os gatos se procriam muito rápido, eles não conseguiram eliminar todos os animais, chegando a supor que só podiam mesmo ter sete vidas.

Mas de onde veio este número sete? O sete é um número místico, cabalístico e forte. E você sabia que inclusive em outras culturas, costuma-se dizer que os gatos têm nove vidas ao invés de sete, que para eles é outro número forte. Isso muda de região para região.

Mas chega de curiosidades, agora vamos de fato ao que interessa:

QUANTOS ANOS UM GATO PODE VIVER?

Os gatos normalmente vivem mais que os cães, ou seja, em média, de 15 a 20 anos, podendo chegar até os 30 ou mais, se forem bem cuidados.  É claro que estamos falando de um gato que vive dentro de casa, sem acesso à rua. Pois os gatos que vivem livres sofrem mais riscos de acidentes, envenenamentos, brigas, doenças, maus-tratos e dificilmente chegam muito longe, cerca de 5 anos ou menos.

O tempo de vida de um gato costuma variar em decorrência de sua saúde principalmente. Ou seja, um gato saudável tende a viver mais. Mas isso não é tudo. Sua genética, seus antecedentes (pai e mãe) também determinam se ele tem ou terá alguma predisposição a tumores, doenças, enfim.

O mais importante, seja lá qual for a origem do bichano, é que ele tenha saúde e para ter saúde, devemos oferecer boa alimentação, vacinação e cuidados básicos. Você precisará de orientação veterinária, pelo menos uma ou duas vezes por ano. Isso ajuda a prolongar uns anos, pois aumenta as chances de que as doenças sejam detectadas logo no início, e mais ainda: é mais fácil prevenir que remediar, certo?

Cuide da saúde do seu felino e tenha um companheiro de longa data, e que infelizmente não vai conseguir viver sete vidas e muito menos nove, mas que pode ser um companheiro fiel pelo que tempo que puder.

 

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

378 Visualizações

Veja também:

Meu-cachorro-mordeu-um-ouriço_site
Meu cachorro mordeu um ouriço
Como-criar-um-cachorro-em-apartamento_site
Como criar um cachorro em apartamento?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest