Coceira, perda de pelo e mau cheiro pode ser malassezia. Essa dermatopatia é facilmente confundida com sarna, porém os tratamentos são diferentes.

Nós sabemos que a qualidade do pelo e da pele interferem diretamente na beleza dos nossos peludos, não é mesmo? Mas você sabia que nesse ambiente podem morar inimigos oportunistas? É o caso da Malassezia, um fungo que vive normalmente na pele de animais sem que cause nenhum mal, na maioria das vezes. Mas por ser oportunista, quando vê uma oportunidade de se proliferar, aí é que vem todo o problema de pele.

Algumas situações (excesso de corticoides ou antibióticos, estresse) acabam desencadeando seu crescimento exagerado e o resultado não poderia ser pior: vermelhidão, coceira, a pele fica mais grossa e mais escura, descamação, oleosidade e muito mau cheiro.

E ninguém está livre: tanto os cães, como os gatos de qualquer faixa etária podem ter Malasseziose, apesar de ser bem mais comum em cães. As lesões podem ainda ser focais ou generalizadas. A malasseziose pode ainda estar presente numa otite, que é a inflamação do conduto auditivo.

Essa dermatopatia é facilmente confundida com sarna, porém os tratamentos são diferentes. Afinal, a sarna é causada por um ácaro, enquanto a malasseziose é causada por um fungo. O diagnóstico deve ser feito somente pelo Médico Veterinário após uma anamnese, exame clínico e colheita de material para exame citológico (preferível) através de swab, imprinting (uma impressão de pele)ou raspado de pele.

O tratamento poderá ser com produtos locais com xampus, cremes ou loções a base de antifúngicos ou em casos generalizados poderá ser feito o tratamento com antifúngicos orais, por pelo menos 2-4 semanas após o desaparecimento das lesões clínicas.

Apesar de qualquer raça poder ser atingida, o Pastor Alemão, Maltês, Lhasa Apso, West White Highland Terrier são algumas das raças mais predispostas.

Se seu cãozinho passou a apresentar coceira, perda de pelo (alopecia), espessamento da pele, mau cheiro ou qualquer sinal parecido, leve-o para um Dermatologista Veterinário que será capaz de diagnosticar e tratar o quanto antes, evitando assim qualquer incômodo desnecessário.

 

 

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

542 Visualizações

Veja também:

medico-veterianario
3 motivos para levar o Pet ao Veterinário
calculo-renal-dog-cat
Cálculo Renal em cães e gatos
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest