Vários fatores podem interferir nas defesas imunológicas do pet, sejam eles fatores ambientais, como o frio ou o calor excessivo, fatores estressantes,  doenças infecciosas, fatores alimentares, fatores sanitários, medicamentos e quimioterapia.

»

Seu animal de estimação é como um membro da família pra você? Se a sua resposta for sim, provavelmente você é do tipo de pessoa que faz de tudo para que o pet esteja sempre feliz e saudável, não é mesmo? Então, resolvemos trazer aqui algumas dicas para melhorar a saúde do seu animal através do fortalecimento do seu sistema imune.

Vários fatores podem interferir nas defesas imunológicas do pet, sejam eles fatores ambientais, como o frio ou o calor excessivo, fatores estressantes (mudanças de ambiente, chegada de um novo animal, viagens),  doenças infecciosas, fatores alimentares, fatores sanitários, medicamentos e quimioterapia.

Atuar controlando esses fatores citados acima é, portanto, fundamental para fortalecer as defesas imunológicas do  pet. Então, vamos às dicas!

»DICA 1: ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA

A primeira dica para o pet ter as suas defesas imunológicas em perfeito funcionamento está relacionada à alimentação, que deve ser sempre muito bem equilibrada. Isso porque as próprias células de defesa do organismo, os anticorpos, são proteínas, que precisam de nutrientes da alimentação para se formarem. Assim, busque oferecer um alimento completo e balanceado para o seu pet, como a ração Foster Premium da Lupus Alimentos, sempre de acordo com a recomendação do Médico Veterinário.

»DICA 2: MANTENHA SEU PET LIVRE DE PARASITAS

A segunda dica é manter o pet livre de parasitas, internos e externos, como vermes, pulgas e carrapatos, pois além de deixarem o seu animal mais debilitado, eles também podem transmitir doenças. O Médico Veterinário deverá te orientar sobre qual o melhor produto para o controle de pulgas e carrapatos e de quanto em quanto tempo você deve desverminar o seu animalzinho. Fique de olho nas datas corretas!

»DICA 3: MANTENHA O PET LIVRE DE DOENÇAS

A terceira dica é fundamental. Para ter um animal saudável é muito importante mantê-lo longe de doenças infecciosas. Então, converse com o Médico Veterinário para ver se  a carteirinha de vacinação do seu animalzinho está ou não está em dia. Assim você poderá manter o pet longe das doenças. Além disso, é importante também evitar que seu pet tenha contato com animais doentes e que possam lhe transmitir algum vírus ou bactéria.

»DICA 4: ACABE COM O ESTRESSE

A dica 4 refere-se a eliminar qualquer tipo de estresse ao qual o pet esteja exposto, ou seja, é muito importante tentar manter um ambiente tranquilo e confortável ao seu animalzinho. Ah, calor e frio em excesso também são considerados fatores estressantes, então, atenção: Providencie um lugar confortável e com a temperatura adequada para o seu animalzinho descansar sempre que necessário.

»DICA 5: CUIDADO COM AS MUDANÇAS

Mudanças de ambiente, chegada de novos animais são alguns exemplos de mudanças que podem causar estresse no seu pet e deixa-lo mais debilitado. Então, sempre que possível tente evitar estresses desnecessários ou quando isso não for aplicável, tente minimizar a influência sobre o seu animal.

»

Se tiver alguma outra dúvida que não foi esclarecida aqui, deixe nos comentários ou converse com o Médico Veterinário de sua confiança.

Gostou dessa matéria? Então curta e compartilhe com os seus amigos.
Fique de olho em nosso site e página no facebook, porque semana que vem tem mais. Se você gostou dessa matéria, curta e compartilhe com seus amigos.

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

cinomose-site
Cinomose em cachorro: O que é? Quais os sintomas? Ela tem cura?
rojão-site
COMO DIMINUIR O ESTRESSE DE ANIMAIS QUE TÊM MEDO DE ROJÕES?
QR Code Business Card