Veja alguns cuidados que precisam ser tomados para garantir a saúde do seu pet enquanto a família viaja.

No período das férias e fim de ano, muitas famílias têm o costume de viajar e deixarem seus cães e gatos em casa ou em hotéis para animais.

Se o animal for ficar em um hotelzinho, deve estar com o vermífugo e a vacinação em dia. Além disso, é sempre bom levá-lo para um check-up antes desta estadia, assim você ficará mais tranquilo com relação a sua saúde. Também é bom se atentar e descobrir se o local conta com um Médico Veterinário que possa cuidar e atender o pet caso ocorra alguma emergência.

Esta é uma situação que pode gerar estresse no animal, portanto, devemos minimizar isto para que ele se sinta bem no novo ambiente. Para isso, vale levar seus brinquedos preferidos, ossinhos, cama, paninho com o cheiro do dono e a ração que ele já está acostumado a comer.

Em se tratando de gatos, tudo requer um pouco mais de cuidado, pois o lugar deve ser separado de cães e específico para eles, com proteção em telas e portas, a fim de evitar maiores problemas, como a fuga do animal. Já em situações onde o animal for ficar na sua própria casa, há a necessidade de que alguém o visite diariamente e não apenas para troca de ração e água, mas também para oferecer atenção, carinho e praticar atividades com ele. Mesmo com todos estes cuidados, há ainda alguns animais que sofrem de um problema chamado Ansiedade da Separação. Nestes casos, quando o dono se afasta, o cão ou o gato tendem a perder o apetite e ficarem mais tristes. Pode ser preciso um pouco mais de atenção nestas situações.

E se a sua ideia é levar seu pet com você, atenção! Os cuidados são basicamente os mesmos, porém é preciso oferecer pausas breves durante o percurso para que o animal possa fazer suas necessidades e se alimentar, além de um transporte adequado que ofereça toda segurança. Para aqueles que não se sentem bem andando de carro, o Veterinário poderá prescrever uma medicação para que o animal fique mais calmo e não tenha náuseas ou vômito.

Um proprietário cuidadoso sempre poderá viajar com a certeza de que seu animal está bem, sem transformar sua viagem em problemas e suas férias em pesadelo.

Larissa Salles Teixeira

CRMV/PR 11718

Cornélio Procópio – PR

662 Visualizações
( 1 )

Veja também:

cao_fogos
Medo de rojões, o que fazer?
aids_felina
Aids felina: você sabia que os gatos também são afetados?
QR Code Business Card

Pin It on Pinterest