5 dicas simples que ajudarão o nessa jornada.

 

Ter um animal de estimação não é para qualquer um, não é mesmo? Afinal, é algo que exige cuidados e muita responsabilidade para permitir que o pet tenha uma vida saudável e tranquila. E como a maioria dos tutores é do tipo que gostaria que seu animal vivesse muito mais tempo que a média e tivesse uma vida beeeem longa, nós resolvemos trazer aqui 5 dicas simples que ajudarão o nessa jornada.

DICA 1: CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO E O PESO IDEAL

Nós já falamos muitas vezes por aqui sobre o quanto é importante manter o seu pet dentro do peso ideal. Isso vale para cães e também para os gatos. A obesidade ou a desnutrição podem levar a condições graves de saúde e que predispõem a diversos outros problemas secundários. Assim, oferecer uma boa alimentação, na quantidade certa e conforme indicado pelo Médico Veterinário é fundamental.

DICA 2: BEM-ESTAR E QUALIDADE DE VIDA

O bem-estar dos animais também é muito importante para prolongar sua vida por mais tempo. Um animal feliz e tranquilo é um animal que dificilmente sofrerá com transtornos compulsivos e ansiedade. Para contribuir com a sua qualidade de vida, portanto, você deve oferecer uma parte do seu tempo para brincar com seu pet, levar para passear, oferecer carinho e passar alguns momentos com ele. Ele irá adorar!

DICA 3: LIVRE DE PARASITAS E DOENÇAS

Os parasitas e microrganismos estão espalhados pelo ambiente e podem transmitir doenças graves aos pets como, por exemplo, a Erliquiose – Doença do Carrapato, a Cinomose e várias outras enfermidades.

Assim, é essencial manter seu pet longe destes problemas através da vacinação correta e vermifugação dos animais, seguindo-se as datas estipuladas pelo Médico Veterinário.

DICA 4: VISITAR O MÉDICO VETERINÁRIO NA FREQUÊNCIA NECESSÁRIA

Pode parecer bobeira para alguns tutores, mas a consulta regular com o Veterinário é muito importante. Como os animais não podem falar se estão ou não estão se sentindo bem e alguns sintomas podem ser muito sutis, o check up com o profissional ajudará a identificar sintomas em fase inicial.  Então, lembre-se de programar uma consulta anual com o Médico Veterinário, mesmo que o seu pet não tenha nenhum problema de saúde. Caso ele tenha alguma condição ou problema, o Veterinário é quem indicará a frequência com que o pet deve retornar para o seu check-up regular, ok?

DICA 5: SEJA UM TUTOR ATENTO!

Por fim, esta dica é muito importante. Seja sempre um tutor atento, daqueles que está diariamente em contato com o pet, observando e analisando. Isso faz com que você tenha mais facilidade para notar se o pet teve alguma mudança de comportamento, hábito alimentar ou ainda, se surgiu algo de estranho ou diferente em seu corpo, como um nódulo, uma mancha, um sangramento, por exemplo. Ser um tutor atento permite que você identifique rapidamente que algo estranho está acontecendo com o seu animal e corrija isso o quanto antes.

 

Com essas 5 dicas, é perfeitamente possível fazer com que seu pet viva por mais tempo e melhor ainda, independentemente do tempo que ele viver, com essas dicas você fará com que ele tenha uma excelente qualidade de vida e saúde sempre.

Gostou dessa matéria? Então curta e compartilhe com seus amigos!

 

Larissa Salles Teixeira
CRMV/PR 11718
Cornélio Procópio – PR

Thor - Bicho Amigo | Lupus Alimentos

 

Este é Thor!
Quer ver seu amiguinho aqui também?
Envie a foto dele para o Bicho Amigo!

ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK E INSTAGRAM!

Veja também:

Matéria outubro_Gato com Diarreia copy 3
VANTAGENS DE ADOTAR UM CACHORRO ADULTO
Matéria dezembro_Gato com Diarreia copy 2
CUIDADOS COM OS ANIMAIS DURANTE O NATAL
QR Code Business Card